Aula 6 de Teoria da Comunicação : Além do cidadão Kane ou Roberto Marinho?

charge-tv-globo

 

Por Jéssica Tavares

Quando falamos do cidadão Kane, pra quem não sabe, tudo começou de um filme em que conta a historia de  Charles Foster Kane, um magnata da comunicação norte-americana, que nasceu pobre e se torna um dos homens mais ricos do mundo. Quando falamos de Kane, como não se lembrar do grande magnata do Brasil,  Roberto Marinho. Como grande empresário e grande visionário, por ter construído o meio de comunicação televisivo de tamanha força que tem o poder de induzir seus telespectadores a acreditarem na liberdade de expressão de seus telejornais, ofuscados por um véu aparentemente verídico, levando a quem é adepto e fiel a Rede Globo a acreditar que tudo seja verdade, desconhecendo que, por detrás desse ilibado poder de persuasão o que conta mesmo são os interesses reais da referida emissora. 

O Brasil já esteve entre as 10 principais economias do mundo, mas com a distribuição de renda entre as 3 piores do mundo,  a grande maioria é pobre mas todos assistiam e assistem como hoje, a  televisão. Com esse enorme poder de telespectadores e  de dar informações, que para isso acontecer vinha da concessão do presidente que em sua época eram os generais que passavam pela fase politica entre grandes acontecimentos, revoltas, golpes militares e ditatorial que deu prioridade a desenvolvimento do  moderno sistema de telecomunicações e viabilizou a compra de televisores a credito e quanto maior a quantidade de televisores a serem vendidos, mais Roberto Marinho ficava rico. Que pra quem não sabe, sempre apoiou o governo de JK, de quem ganhou a concessão e abriu a rede globo. Que por sua vez  crescia entre as emissoras, como a Band, SBT e a tupi a primeira de todas as emissoras, que veio a falir logo após. Como dito, essas como todas as emissoras sofreram  com a ditadura, que veio a estabelecer a censura em massa entre todos os meios de comunicação, mas com o diferencial que a globo defendia o regime militar.  

Logo após a ditadura, foi constituída uma nova lei onde tirava o poder do presidente de dar concessão, fazendo as emissoras já feita nessa época, as que dão conta até hoje. Fazendo também a Sarney como ultimo presidente a conceder, dando mais de 90 concessões. Maior parte delas são de afiliais, e dessas afilias grande parte da Rede Globo e com essa grande demanda, ela ganha entre publicidades e novelas. Como meio de informação, seus jornais mostravam a realidade de formas contorcidas, mostrando do jeito que seus patrões queriam, como por exemplo, quando eles quiseram  Collor pra sua presidência, ate chegar o momento e verem a besteira que fizeram depois de seu mandato. Então desde que a televisão foi inventada, vivemos em termos em que a publicidade, o governo, entre os demais patrões da sociedade tentam fazer nossas cabeças e se você não tem uma opinião formada sobre o todo, você é um alienado.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s